[2013]

ENTRADA LIVRE*

Auditório Municipal António Chainho, Santiago do Cacém
26 Outubro – 21h30 Espectáculo | 22h40 Palestra

Classificação Etária M/12

Informações/Reservas:
Terça a Sexta 9h30 -12h30 |13h30- 17h30
269 750 410 | auditorio@cm-santiagocacem.pt
*mediante capacidade de lotação do equipamento

Com o apoio da Direcção Regional da Cultura do Alentejo e da
Câmara Municipal de Santiago do Cacém.

—–

Cine-Teatro Curvo Semedo (blackbox), Montemor-o-Novo

Espectáculos 8 e 9 de Fevereiro
21h30 – entrada gratuita

Formação 10 de Fevereiro
10h30 às 17h30 – inscrições gratuitas

ESPECTÁCULO
O teatro na sua génese é efémero, esgota-se no seu tempo de representação, no aqui e no agora, enquanto dialoga com o espetador.

Quando iniciámos o processo Baquet, ainda em 2010, construindo o texto, a grande pergunta que nos assaltava era: o teatro serve para alguma coisa? E, quando o estreámos, em fevereiro de 2012 no Cine-Teatro Curvo Semedo em Montemor-o-Novo, ambicionámos fazer esta pergunta em alta voz, alargando a discussão ao espetador.

O Teatro sempre caminhou lado a lado com a sociedade e esta é uma excelente altura para nos vermos e refletirmos sobre a nossa condição. O Teatro é, sem dúvida, a melhor forma de nos vermos como sociedade, sem intermediários e mensageiros. Por isso, é urgente voltar a cena com este requiem pela arte e pela sociedade. Continua a existir um fogo cá dentro de mudança, e tal como em 1888 (data do incêndio no teatro) uma revolução estava prestes a acontecer: fazer cair a monarquia e aplicar os valores de uma república a este país.

Classificação Etária M/12

Informações/Reservas: 266 898 103 ou Posto de Turismo de Montemor-o-Novo. (dias úteis e sábados 9h30 às 13h00 e 14h30 às 18h00).

FORMAÇÃO
Participantes: máx.12 px
Inscrições: 91 480 22 82 / info.baquet@gmail.com
Nota: roupa confortável e quente

Esta é uma formação prática de 6 horas com os criadores de Baquet. Trabalhar com a comunidade local foi um dos pilares para a concretização deste projeto. Agora é chegada a hora de alargar esta experiência a outros elementos da comunidade. A partir de técnicas e estímulos que foram trabalhados durante a construção do espetáculo, permitiremos que os formandos experimentem um pouco do que foi o trabalho performativo de Baquet.

Informações/Inscrições: 91 480 22 82 | info.baquet@gmail.com

[2012]

Estreia dia 9 de Fevereiro, 21h30
Cine-Teatro Curvo Semedo (blackbox)
Montemor-o-Novo

A partir da obra “A grande catástrofe do Teatro Baquet. Narrativa fidedigna do terrível incêndio ocorrido na noite de 20 para 21 de Março 1888”, de Jayme Filinto.

Onde eram os camarins são os quartos, os arrumos, e o elevador. A recepção era a bilheteira, a plateia ficava situada onde hoje está o bar. De teatro resta apenas o nome e a memória que hoje remexemos.

Esta é uma história trágica que aconteceu na noite de 20 para 21 de Março de 1888 no Porto. Um espectáculo de homenagem decorria, a sala estava lotada, perfazendo cerca de seiscentos espectadores quando em menos de meia hora um fogo destruiu um teatro por completo.

Sabia que um teatro, desde que o fogo lhe pegasse, ardia depressa e não havia meio de o salvar; mas o que não sabia era que ardesse tão rapidamente

O texto propõe uma fragmentação do discurso em vozes. A palavra e a sua escuta serão o espaço privilegiado para a emergência de imagens. Depois já só falta chegar à forma, à acção teatral (ou a sua recusa), à possibilidade de estarmos em 1888 ou de estarmos no aqui e no agora. O Teatro Baquet desapareceu ficando para a história apenas um mausoléu no cemitério de Agramonte no porto em homenagem às vitimas desse trágico incêndio. É uma metáfora perigosa!

Classificação Etária M/12

Bilhete: 6€ (5€ c/ desconto)
Informações/Bilheteira: t. 91 480 22 82 / info.baquet@gmail.com

Advertisements